.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

DOCE MOMENTO!






Na alvorada
quero o silencio do teu amor
viver o sonho deste doce momento

Ouvir apenas o sussurrar de querubins e arcanjos
suas risadas felizes correndo
entre as flores nos jardins...
perpetuar o doce encontro
do teu corpo com o meu...

Quero o canto da passarada
sinfonia de pardais
cânticos soprano
regendo a musicalidade
de liras em meus versos
canções de amor embalando
a trans-migração de nossas almas....

Quero o universo inteiro
conspirando por nós
um alvorecer com magia nos teus braços
nós... navegantes de águas calmas...
meus versos orvalhados pela madrugada
encantamento de minha alma poeta!.


CELINA VASQUES





CELINA VASQUES