.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

domingo, 15 de janeiro de 2012

DOCE CANÇÃO!



Ah! esta voz dentro de mim
linda.... pura...
alma cantora qual voz dos pássaros
- que me habita -
soprando-me doces melodias
canções poéticas de beleza e nostalgia...

Notas musicais que unem-se
às minhas lágrimas compondo sinfonias
de sentimentos onde nascem todas
as rimas de amor...

Do amor que te dou...que sempre te dei....
quem sabe para sempre darei!

Pobre de mim poeta apaixonada
que sempre vivi em eterno vôo
como um pássaro
em busca do teu amor
tocando nos acordes de meu piano
doces canções pra ti...

Meus sonhos...tantas vezes esquecidos
pela longa estrada da vida
momentos únicos
ficaram no tempo não voltam mais...

Quantas emoções que jamais se repetirão
palavras que não foram ditas nem escritas
e ficaram engasgadas na garganta...
- dedilhadas apenas -
rompendo o silencio de minha solidão
sem ti...







CELINA VASQUES