.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

domingo, 15 de janeiro de 2012

DESILUSÃO



O que fazer com este amor
que me corroi
que me destroi?

O que fazer das minhas
noites vazias...
tão frias
se até os sonhos
não existem mais?

O que fazer da saudade
que me invade
vai me consumindo
destruindo
desiludindo e que
a todo momento me trai?

O que fazer da
minha agonia
das palavras vazias
que não adiantam mais?

O que fazer das
minhas fantasias
do meu piano
do meu canto
do meu pranto
dos meus encantos
dos nossos encontros...
se não voltarás jamais?!





CELINA VASQUES