.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

DECEPÇÃO

Atirei-me
impetuosamente num amor
inócuo e profundo
compartilhei dia a dia
a vida em toda a sua beleza...
esplendor e magia
qual uma rara joia da mais pura gema!

O desgaste de temores imaginários
os medos que nascem da solidão a dois
qual um punhal invisivel transpassou
e dilacerou as fibras mais sutis d'alma...
numa chama que queima sem consumir
me vi enveredada em mentiras e traições...

Fui ferida pela cruel espada
do desengano...
a ilusão é qual uma névoa
que obstrui a visão desvirtuando as
imagens que sobrevém ás
suas verdades....

Neste amor que persiste
a dor supera a força e a coragem de
viver sem ti...enquanto a esperança
impulsiona as batidas do
meu coração ...

CELINA VASQUES