.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

CONFISSÃO



Sim...Confesso que matei!

foram noites terriveis de solidão quando

minhas lágrimas caiam uma por uma

como oceanos...

quando meu coração despedaçado

por facas afiadas

em fragmentos sangrava

dilacerando minh'alma

tudo por causa da tua traição!



Confesso... matei...

andava pelas ruas desnorteada

não queria saber de mais nada...

não sorria...entrava nos bares bebia...

pensando que talvez a

bebida me fizesse esquecer...



Sim...confesso matei...

os sonhos e as alegrias

as esperanças de te perdoar

um dia

de ser Feliz...



Sim...confesso matei...

matei o amor em mim!




CELINA VASQUES