.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

sábado, 7 de janeiro de 2012

CANSEI DE ESPERAR...



Eternidade?
Tu e Eu... Apenas um sonhar!

Foi tanto querer bem, foi tanta a ilusão...
Quantos dias amargos ainda virão?
Esperei-te por tanto tempo vi nascer o sol chegar o
Crepúsculo, cair às chuvas e
Enfrentei tormentas... Nunca chegaste... Não mais vieste!

E se amanhã eu não mais estiver aqui... Lembre-se:
Cansei de esperar!

Meu coração tão despedaçado... Desesperançado...
Aniquilado... E nos fragmentos espalhados no chão
Está escrito "decepção"!

Olho para trás e me pergunto: por quê?
Dei-te amor e carinho e me devolveste: Ingratidão!
De que me adianta a caminhada se já não tenho mais nada...
Todos os sonhos desmoronados... Só resta a solidão!
Às vezes penso que não sou ninguém...
Choro muito
Mas que me adiantam as lágrimas
Se ninguém as vê... Se tu nem te importas!




CELINA VASQUES