.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

domingo, 15 de janeiro de 2012

TEMPO PASSADO

                                            BELÉM/PARÁ

Volto a caminhar nas calçadas da minha infancia
da adolescencia e da vida...
olhando as pessoas que passam por mim
distraídas ....indiferentes ...
a garoa fina molha minha face
misturando-se ás lágrimas que teimam em escorrer
de meus olhos ...relembrando qual num filme
momentos que vivi no passado!

Um grande Amor de juventude...sonhos
reais...promessas sem fim...
a brisa me faz esquecer a dor da saudade
ao tocar levemente meus cabelos e meu rosto
como se fora um beijo terno igual
àqueles que trocava
contigo ao luar no jardim!!

Uma canção triste que me embala
de repente um sorriso amargo
no canto dos lábios...
tu continuas a tua caminhada
- caminhos opostos agora -
nada ficou desses remotos instantes
somente as lembranças que rasgam
meu peito ...fragmentos de amor...
ontem...tempo passado....saudades de mim!







CELINA VASQUES