.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

ANSEIO...



Lágrimas que rolam da dor dos sonhos delirantes
Grito ao mundo com a mudez da paixão
Presa ao peito...
Espectro do meu sentimento
eterna desordem de minha alma nua
Sucessivamente e para sempre tua!

Louca apaixonada segue pela eternidade
Deslumbrada capaz de reencarnar
- quantas vezes -
Para seguir-te em todas as tuas caminhadas...
Ah! Meu amado... Paixão tatuada mesmo que desencarnada...
Volto a terra... Ascendo aos céus...
Sigo teus passos... Instantes de loucura!

Transformo-me em estrela quem sabe até em lua?
E entre as alegrias e a desventura
vou levando passo a passo o sinal deste querer...
Quantas viagens feitas de dor
- Eu conheço todas -
À noite enfraqueceram meu coração
Lugar em que prendia este anseio
Vestindo a minha alma de ilusão!

CELINA VASQUES