.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Angústia,,,



Ainda que o amanhã não aconteça
Após a tempestade devastadora e que
transformou o mar em ondas largas...
Se tudo quanto existe é este silencio
Que me tortura e que há
muito me machuca na negação do querer...
Ainda que o mundo que eu sempre acreditei
Desabe sobre minha cabeça e dilacere meu coração
Tão sofrido... Tão coitado!
Ainda que na minha agonia a vida se acabe
O meu caminho já faz parte de um passado
levo apenas meus versos encantados...
Ainda assim levarei muitas saudades de tudo que
Acreditei de verdade!


celina vasques