.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

AMOR...



Pra ti escrevi
todos os meus poemas
mandei bilhetes e cartas de amor
escrevi versos
contei das minhas dores...

Dia após dia em frente ao mar
pedi ao vento e a brisa para
levar-te meus beijos..
abraços...afagos...
mandei-te flores, briguei, chorei
- muitas lágrimas -
falei de meu amor
e de minhas saudades!

Por ti esperei
encantei
desencantei
e em cada poema te dava minh'alma...
minha paz...meu sossego
mas também meu desespero..
sonhei tantas vezes com
todos os nossos momentos
mágicos!

Versei, desconversei,
te chamei
gritei
enlouqueci...te perdi...
não respondeste
mas não desisti!


Agora estou aqui
a dizer-te: que
és a minha inspiração
o meu coração
alma e ilusão
assim como as canções
que compus e que vivo a tocar
são pra ti
Volta pra mim

...amor...







CELINA VASQUES