.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

domingo, 8 de janeiro de 2012

Adormeceram as flores



Adormeceram as flores
lá se vai primavera...
adormecidos estão também
os sentimentos em mim...

Vivo entre a dor e o amor...ai de mim!
minha alma inquieta sempre a procura de ti!

E esse outono que parece eterno...
logo chegará o inverno...
e eu com frio
qual minhas mais profundas mágoas
estremece meu corpo e eu no meio
desta ventania...procuro esculpir com
mãos vazias de ti
teu rosto neste nevoeiro
gerado na noite de minhas desilusões...

E o meu piano em silencio ...calado
quieto...abandonado...
esquecido de notas musicais
nem ele chora mais as mágoas de outrora...
perdeu a magia das melodias
e as sinfonias que eu tocava pra ti!

Agora sou quem adormeço meio à lagrimas
e suspiros de saudades
enroscada nos meus sonhos
pois novamente acordou o sentimento em mim!




celina vasques