.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

ACONCHEGO



Na madrugada acordei
a lenta chuva que
passou a noite toda
caindo continuava insistente...
fazia muito frio
um tentador convite à continuar
dormindo!

Aconcheguei-me às cobertas
fascinava-me recordar
quando em dias como este
eu sonhava o sono
dos justos e inocentes
e no resto do dia permaneci
assim ...

Na minha vida cheia
de saudades infindas por um
brevissimo instante sorri...
ao lembrar dos meus tempos de
menina!




CELINA VASQUES